Shopping Barra realiza ações no carnaval em prol da diversidade

Empreendimento firma parceria com a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento da Bahia e o Bloco Afro Didá. O Barra também dá seguimento ao apoio já estabelecido a projetos da Secretaria Municipal da Reparação.

Karina Brito, gerente de Marketing do Barra (segunda da direita), com o secretário da SJDHDS, Carlos Martins (ao centro).

O Shopping Barra e a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) se uniram para encampar uma série de ações que visam o combate à LGBTfobia. Em reunião no Centro Administrativo da Bahia realizada na última sexta-feira, dia 14, o Barra e a entidade deram o pontapé inicial, promovendo uma campanha que acontecerá durante o carnaval. O estabelecimento distribuirá mais de 10 mil ventarolas com mensagens que pedem respeito às minorias, sobretudo ao público LGBT. Mas essa não é uma ação isolada. Aliás, há quatro anos, o Barra já apoia uma ação similar em prol da diversidade em parceria com a Secretaria Municipal da Reparação. E neste ano o Barra ainda apoiará o Bloco Afro Didá, que desenvolve projetos nessa área.

“O Shopping Barra tem se posicionado cada vez mais em relação ao respeito à pluralidade. Temos que somar esforços contra todo tipo de discriminação e precisamos bater na tecla do respeito e da diversidade sempre”, afirmou a gerente de Marketing do Shopping Barra, Karina Brito. As ventarolas da campanha “Bahia da Diversidade – Aqui é Respeito”. A peça é fruto de uma construção conjunta entre o Shopping Barra e a Coordenação LGBT da SJDHDS. Para o secretário da SJDHDS, Carlos Martins, “é fundamental que todos nós, governo, sociedade e empresas, atuem contra a LGBTfobia e todas as outras formas de preconceito, seja contra quem for”. Presente no encontro, o coordenador LGBT da SJDHDS, Gabriel Teixeira, e a coordenadora de Promoção e Defesa dos Direitos LGBT (CPDD-LGBT), Symmy Larrat, parabenizaram o shopping pela parceria e reforçaram a importância de outras ações, a exemplo da empregabilidade da população LGBT, especialmente de travestis e transexuais. 

Observatório da Discriminação no Carnaval

Há quatro anos, o Shopping Barra já mantém uma parceria com a Secretaria Municipal da Reparação – SEMUR, através do apoio ao Observatório da Discriminação Racial e LGBT. Em 2020, será mais uma edição da Operação Carnaval, que contará com o apoio do Barra. O Observatório é um programa pioneiro no Brasil, articulado pela Secretaria Municipal da Reparação, para mapear e registrar as ocorrências de discriminação racial e lgbtfóbicas. Durante o carnaval, é firmada uma parceria também com a Secretaria de Políticas para as Mulheres, Infância e Juventude que traz a Violência Contra a Mulher como mais um foco a ser combatido.

Com uma estrutura localizada no circuito Osmar, o Observatório vigia os percursos Barra/Ondina e Campo Grande, promovendo ações e campanhas contra a discriminação sob as vertentes trabalhadas, além de fiscalizar as inconformidades com as leis Antibaixaria e o Descumprimento ao Estatuto do Carnaval. Há também um canal de atendimento ao público, através do Whatsapp 71 9 8622-5494, que recebe denúncias 24h por dia. Ao fim do período, é publicado o Relatório que documenta as ocorrências registradas pelos observadores no período carnavalesco. Os dados são separados por categorias como seguimento, local, perfil da vítima e perfil do agressor.

Bloco Afro Didá

Outra ação de promoção e valorização da diversidade é uma parceria do Barra com o Bloco Afro Didá, que vai apresentar, no Circuito Dodô e Osmar, nos dias 22 e 24, o tema “Didá Yabá: Mãe Natureza Guerreira, Natureza Mãe Mulher”. Dividido em nove alas com subtemas de conteúdos interligados, o desfile trará denúncias sobre a violência contra a Mulher – em especial às mulheres negras – sobre agressões ao meio ambiente e, também, alas de exaltação à ação libertária e humanitária desenvolvida por líderes negras.

Uma das novidades deste ano será uma ala com mulheres Trans, com um grupo expressivo delas desfilando pela primeira vez na Didá.  Haverá ainda uma impactante apresentação cênica na ala de denúncia de violência obstétrica contra as mulheres pobres. E uma comovente homenagem à santa Irmã Dulce dos Pobres, na ala Heroína da Compaixão.    Segundo as dirigentes da Didá, o desfile será “um brado libertador contra a violência ambiental, a violência racial, a violência sexual, a violência obstétrica, além da violência disfarçada em certos padrões estéticos sobre a beleza feminina”.  Neste último caso, tratam-se de duas alas: uma com críticas à gordofobia – incorporando temáticas e integrantes do coletivo “Vai ter Gorda” – e outra com exaltação ao corte de cabelo “black “.

Selo da Diversidade

Mais uma vez, em 2019, o Shopping Barra recebeu o Selo da Diversidade Étnico Racial, conferido anualmente pela Semur, com o objetivo de reconhecer entidades e empresa que realizaram ações afirmativas e de igualdade racial. Todos os anos, a concessão do selo é renovada e as empresas que participam devem atender a critérios pré-estabelecidos por um Comitê Gestor.

Os participantes devem promover ações de combate ao racismo, como inclusão da juventude negra no mercado de trabalho, apoio a programas de primeiro emprego, formação de colaboradores para combater a discriminação racial, assim como ações no ambiente de trabalho voltadas para a comunidade, parceiros e fornecedores. Entre as ações realizadas pelo Shopping Barra, estiveram também presentes exposições artísticas com temas referentes a festas populares locais, campanhas institucionais que estrelaram modelos negras, destaque para mulheres de diversas etnias na premiação Barra Mulher, além da inclusão de colaboradores afrodescendentes em diversos setores e programas de capacitação.

Sobre a Enashopp

O Shopping Barra é administrado pela Enashopp – empresa com expertise nacional e internacional voltada para o desenvolvimento, implantação, comercialização e administração de shopping centers e empreendimentos multifuncionais e empresarias. Com mais de 30 anos no mercado, a Enashopp desenvolveu projetos na África e em todo o Brasil. São mais de 1500 profissionais administrando um milhão de m² de área construída, com uma média de 30 milhões de pessoas/ano trafegando nos empreendimentos, 5 mil unidades gerenciadas e mais de 300 mil m² de área bruta locável (ABL). Conheça mais no www.enashopp.com.br.


Para esclarecimentos adicionais, favor contatar:

ATcom – Estratégia, Relacionamento e Conteúdo (71) 3271.7171

Andréa Castro (71) 99982-5905 I andrea@agenciaat.com

Suely Temporal (71) 99918-9633 I suely@agenciaat.com

Compartilhe nas redes sociais