Programa bilíngue de escola baiana é destaque internacional

Projeto da ACBEU aparece como case de sucesso em livro publicado pela TESOL International Association

Foto: Divulgação

O programa Extensão Bilíngue Maker, promovido pela Associação Cultural Brasil – Estados Unidos (ACBEU), foi destaque na última edição do livro The 6 Principles For Exemplary Teaching of English Learners – Young Learners in a Multilingual World ou Os 6 princípios para o ensino exemplar de alunos de inglês – Jovens aprendizes em um mundo multilíngue, publicado pela TESOL International Association. Na obra, voltada ao ensino do inglês como língua estrangeira para crianças, as autoras Joan Kang Shin, Vera Savic e Tomohisa Machida apresentam o projeto da escola baiana como um dos quatro estudos de caso que possuem uma proposta inovadora para a educação na língua inglesa.

De acordo com Athiná Leite, superintendente da ACBEU, o diferencial do projeto Extensão Bilíngue Maker ACBEU, que é utilizado na metodologia da escola, está na adesão à cultura do faça-você-mesmo — em inglês, do-it-yourself.  “O conceito maker tem como objetivo criar empreendedores e pessoas mais focadas em desenvolver suas habilidades, em simplificar, criar ou transformar coisas colocando em prática sua própria capacidade de solucionar problemas”, explica Athiná.

Segundo a superintendente, outro ponto de destaque do projeto é a conexão estabelecida com as demandas de ensino do século XXI, como o alinhamento aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU). “Estar em conformidade com as metas da ODS é uma prioridade para nós. Firmamos o compromisso de implementar práticas responsáveis em nosso projeto, além de garantir padrões de produção e de consumo sustentáveis em nossas ações”, afirma Athiná.

A publicação dos estudos de caso também tem o objetivo de difundir essas boas práticas para escolas de todo mundo. “A nossa extensão bilíngue, que é realizada em parceria com diversas escolas de Salvador e da Região Metropolitana, possibilita a criação de soluções educacionais a partir desses novos conceitos que buscamos apresentar. Essas ferramentas contribuem para o aprimoramento das habilidades dos professores de inglês e para a melhoria no desenvolvimento de aprendizagens das crianças”, finaliza a superintendente.

Compartilhe nas redes sociais