Minidocumentário sobre obra de Bel Borba é lançado neste domingo

Produção mostra os bastidores da criação das duas esculturas que ‘abraçam’ árvores em frente ao Vitória Boulevard, no Corredor da Vitória

Foto: Divulgação

“É um abraço que representa um amparo à natureza”. É assim que o artista visual Bel Borba define a obra de arte instalada no Corredor da Vitória, em Salvador. E o bastidor da concepção das estruturas, que se transformaram em ponto de parada para quem passa pelo local, é narrada em um minidocumentário que será lançado neste domingo, 22, no dia que se celebra o Dia do Abraço.

No vídeo, que estará disponível no Instagram do Vitória Boulevard (@vitoriaboulevardoficial),  os internautas poderão conhecer um pouco do processo de criação da obra – feita em aço corten –, que “abraça” duas árvores que compõem o corredor verde de um dos bairros mais tradicionais de Salvador.  

“A relação do Corredor da Vitória com as árvores é uma coisa realmente marcante, principalmente quando você está no Campo Grande e vê um ‘minhocão verde’ passando pelos prédios. Parece uma instalação… abrindo o caminho no concreto”, pontua.

Borba ainda destaca, no minidocumentário, que o que representa o bairro não são os prédios e, sim, a vegetação, o que torna a região única. Por conta disso, a obra, encomendada pelo Vitória Boulevard, customiza as árvores de forma harmônica, sem causar danos a elas.

 “Eu prendo uma mão à outra para não prender na árvore”, detalha ele, acrescentando que uma das estruturas, com três braços, está imediatamente em frente ao mall e a outra, do lado oposto, compondo um abraço à natureza.  

Enashopp

A comercialização e gestão do Vitória Boulevard está a cargo da Enashopp, empresa que tem sua expertise voltada para o desenvolvimento, implantação, comercialização e gestão de Shopping Centers. Com mais de 30 anos no mercado, a Enashopp desenvolveu projetos na África e em todo o Brasil. São mais de 1500 profissionais administrando mais de 1 milhão de m² de área construída, com uma média de 30 milhões de pessoas/ano trafegando nos empreendimentos, 5 mil unidades gerenciadas e mais de 300 mil m² de área bruta locável (ABL).

Compartilhe nas redes sociais