Cetrel aposta em inovação e criatividade para se consolidar na Indústria 4.0

Para isso, empresa aposta no programa Cetrel Rocket, que tem ações que estão aliadas com as “metas globais” da ONU

Foto: AdobeStock

Criado pelas Organização das Nações Unidas (ONU) em 21 de abril de 2018, o Dia Mundial da Criatividade e Inovação, que tem anuência de mais de 80 países, chama atenção para a necessidade do uso dessas ferramentas (a criatividade e a inovação) para a solução de problemas para se atingir as metas de desenvolvimento sustentável, conhecidas como “metas globais”. Uma das companhias que aposta nessas ações é a Cetrel, empresa ambiental baiana com mais de 40 anos de mercados local e nacional.

Por meio do programa Cetrel Rocket, a organização vem desenvolvimento projetos para fortalecer as bases da indústria 4.0 – principalmente tocante à Internet das Coisas, com o processo de implantação do 5G no Brasil, e ao Big Data –, e apoiar empresas nas operações de tratamento e reuso de água in situ, melhorando, com isso, os processos industriais e a qualidade de vidas das pessoas.

“O Cetrel Rocket foi concebido com o propósito de fomentar uma cultura de inovação, criando um ecossistema para o surgimento de um motor de ideias inspiradoras e buscando as energias necessárias para a Cetrel do Futuro”, explica Calvin Stefan iost, líder da área de Digital Center & Innovation da Cetrel. Ele acrescenta que o programa, lançado em 2020, proporciona a empresa estar “mais conectada, mais digital, mais ágil em seus processos, com capacidade de gerar novas soluções e encontrar novos produtos e serviços ambientais, mantendo sempre um compromisso com a sustentabilidade”.

Ela pontua ainda que as ideias e projetos acelerados pela iniciativa se relacionam com as “metas globais” da ONU, principalmente com os objetivos nas áreas de saúde e bem-estar; água potável e saneamento; energia limpa e acessível; indústria; inovação e infraestrutura; cidades e comunidades sustentáveis; consumo e produção responsáveis; ação contra a mudança global do clima; e vida na água.

“O programa, que está aliado com as metas de desenvolvimento sustentável da ONU, apresenta como missão fomentar a cultura de inovação na Cetrel, criando um ecossistema de captação, conexão e aceleração de ideias relativas ao negócio ambiental, partindo de uma estrutura colaborativa, equitativa e horizontalizada”, destaca ele, salientando que esse processo é conduzido por equipes multidisciplinares, capacitadas em processos de design thinking, que tem como compromisso investigar profundamente os desafios e direcionar adequadamente as ideias de forma que elas sejam aceleradas e implementadas, usando uma estrutura ágil de governança.

O gestor também informa que a visão da empresa é ser reconhecida pelo mercado nacional como referência em inovação e digital no segmento de serviços ambientais nos próximos anos, trazendo novos negócios inovadores e ganhando eficiência operacional. “Temos um universo estruturado onde o processo de criação de ideias é natural aos fluxos de trabalho da corporação, o que, a longo prazo, é fundamental para a sobrevivência de qualquer empresa. Todas as ideias são bem-vindas”, afirma.

Compartilhe nas redes sociais