Bracell passa a integrar conselho do Instituto Besc de Humanidades e Economia

Fernanda Fernandes com Paulo Guedes / Foto: Acervo Bracell

Fernanda Fernandes, gerente de Logística da Bracell BA, incorporou uma nova representação da Bracell às já consolidadas presenças no Conselho de Portos da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) e na diretoria da Associação dos Usuários dos Portos da Bahia (Usuport). Fernanda, agora, integra também o Conselho de Infraestrutura e Logística do Instituto Besc de Humanidades e Economia, com sede em Belo Horizonte, em Minas Gerais.

O primeiro compromisso dela com a instituição foi neste mês, em Brasília, na reunião de 14 conselheiros do instituto com o ministro da Economia, Paulo Guedes. No evento, dentre outros assuntos, foram apresentados os resultados técnicos dos seminários realizados pelo Besc, destacando as inovações em logística e apontando necessidades de melhorias na infraestrutura, bem como a nova realidade do sistema de transportes de carga e passageiros do Brasil.

Em seu site, o Instituto Besc informa que busca “promover o estudo e o conhecimento de todos os núcleos do saber por meio de seminários, conferências, estudos e pesquisas que possibilitem o debate de ideias, a troca de experiências e a realização de ações para o desenvolvimento econômico e humano do brasileiro, para uma vida sustentável no planeta. Focado nos aspectos econômicos e humanos, a instituição reúne dirigentes, especialistas de organizações privadas, públicas e não governamentais, estudantes e estudiosos Bracell passa a integrar o conselho do Besc.

Reconhecimento

Para Fernanda, o convite da Besc é um reconhecimento pelo trabalho já realizado junto à Usuport e à Fieb. Enquanto conselheira, ela espera discutir questões que impactam local e nacionalmente as operações da Bracell e de outras empresas. “Nossa participação viabiliza o contato direto com associações como o Ministério da Infraestrutura, Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Associação Brasileira de Terminais Portuários, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Caixa Econômica Federal para tratar, não apenas de assuntos do interesse da empresa, mas de modo a contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do país”, afirma.

Segundo a gerente, além da forte participação como maior usuária do Porto de Salvador, a Bracell ganhou destaque com o Projeto Star, cuja produção será escoada pelo Porto de Santos. “É uma excelente oportunidade de estreitar as conversas e a sinergia entre nossas operações na BA e em SP, levando nossas questões para o conselho e trazendo as experiências trocadas no conselho para nossas atividades logísticas”, acredita.

Bracell
A empresa é uma das maiores produtoras de celulose solúvel e celulose especial do mundo, com duas principais operações no Brasil, sendo uma em Camaçari, na Bahia, e outra em Lençóis Paulista, em São Paulo. Além de suas operações no Brasil, a Bracell possui um escritório administrativo em Cingapura e escritórios de vendas na Ásia, Europa e Estados Unidos.

Sobre a RGE

A RGE Pte Ltd gerencia um grupo de empresas com operações globais de manufatura baseadas em recursos naturais. As atividades vão desde o desenvolvimento e a colheita de recursos sustentáveis, até a criação de diversos produtos com valor agregado para o mercado global. O compromisso do grupo RGE com o desenvolvimento sustentável é a base de suas operações. Todos os esforços estão voltados para o que é bom para a comunidade, bom para o país, bom para o clima, bom para o cliente e bom para a empresa. A RGE foi fundada em 1973 e seus ativos atualmente ultrapassam US$ 20 bilhões. Com mais de 60.000 funcionários, o grupo tem operações na Indonésia, China, Brasil, Espanha e Canadá, e continua expandido para envolver novos mercados e comunidades. www.rgei.com

Compartilhe nas redes sociais